Category Archives

2 Articles

Sonhar com cobra é traição?

Sonhar com as cobra azul está ligado ao arquétipo do inimigo, à morte, à hostilidade, à traição e às mentiras.

Mas os mesmos sonhos com cobras às vezes deixam uma estranha sensação de perfeição, como se o sonhador se deixasse enfeitiçar pela energia vital que esse animal emana e sente em si mesmo.

Estes são sonhos de grande poder que podem cair na categoria de grandes sonhos, que trazem nova energia revitalizante e muitas vezes sinalizam a passagem para uma nova fase da vida.

Sonhei com cobras, além do susto ou repulsa que essa imagem pode causar, revela a presença de uma grande energia vital disponível.

Também pode ressaltar as situações de desconforto e insegurança que ele vive, se cercado de pessoas que, em seu inconsciente, assumem a forma de “cobras”, porque vêm percebido como não confiável, frio, cruel, traiçoeiro.

Sonhando com as serpentes de Freud

Para Freud, sonhar com cobras está ligado à força sexual, à expressão criativa e ao poder do masculino.

Pense na presença muito comum das cobras nos sonhos dos adolescentes, onde elas incorporam o poder libidinal reprimido típico dessa época, trazendo para a superfície o medo e o desejo.

Sonhe com as cobras Jung

Jung fala da serpente como “um vertebrado que incorpora a psique inferior, um psiquismo obscuro, o que é raro, incompreensível, misterioso” (CG Jung “L’homme à découverte de son ame”. Estruturas e função de inconsciente – Genebra 1946).

Sonhar com cobras então expressa um provável conflito entre consciência e instintos, a necessidade de trazer à luz ou reconhecer os impulsos vitais, a indicação de alguma força interior que, levada em consideração, pode indicar possibilidades de cura e renovação.

O que significa sonhar com cobras?

Para entender o que significa sonhar com cobras é necessário examinar diferentes áreas simbólicas a partir das quais podem surgir diferentes significados coexistentes, correlações com a realidade do sonhador.

Sonho com pequenas cobras

Eles podem aludir aos primeiros impulsos sexuais sentidos na pré-adolescência, ou às necessidades e instintos que têm uma extensão NÃO-preocupante e que podem ser gerenciados.

Pequenas cobras em sonhos podem ser o símbolo de personagens de menor calibre que perturbam e irritam sem serem perigosos ou de pessoas muito jovens ou até mesmo crianças nas quais percebem um comportamento inteligente, traiçoeiro e falso.

Sonhando com uma cobra peluda

Muitas vezes atrai uma pessoa próxima a você que tem características viris muito pronunciadas: um amigo, um marido ou um amigo com muitos cabelos e cabelos cujo comportamento é apresentado como inquietante, insidioso e anômalo.

Sonhando com uma cobra sem cabeça

Traz à luz a cegueira absoluta da razão diante dos impulsos instintivos, a impossibilidade de dar-lhes direção, de trazer aspectos de razoabilidade.

A cobra sem cabeça em sonhos é uma imagem que deve fazer o sonhador pensar na tendência de deixar ir e dar facilmente ao que ele sente.

Claro que esta imagem também pode indicar: uma interferência externa que é difícil encontrar um significado e uma solução, uma pessoa não confiável, estúpida e cruel.

Sonhando cobra sem cauda

Pode aludir a um problema circunscrito que não leva a consequências ou consequências (a fila), ou a um impulso interno que não pode ser canalizado e que emerge apenas como uma força e sem a possibilidade de encontrar uma direção aceitável na realidade do sonhador.

Sonhei com cachorro e agora?

Às vezes ele late, outras vezes ele morde. Às vezes ele move o rabo, às vezes ele aperta suas presas.

E se ele não é fofo, adorável e gosta de carícias, então ele tem várias cabeças como Cerberus ou até mesmo a boca de um cachorro, mas o corpo de um homem.

Que animal místico! Mas a presença dele nos nossos sonhos é bastante positiva.

Na psicanálise freudiana, o cão simboliza nosso inconsciente, aquela parte de nós mesmos que gostaríamos de domesticar.

Na verdade, nosso subconsciente não é tão manso e pode rugir a qualquer momento, como nossos impulsos, mas nosso amigo, o cão, tem uma função protetora, especialmente se usa memórias de crianças.

Para Jung, o cachorro se refere aos nossos instintos, nosso talento.

Se é assustador, evoca uma dificuldade. Se ele morde, os instintos são reprimidos. Mas se o cachorro é adorável, é porque o sonhador está em harmonia com seus instintos.

No Islã, o cão evoca proteção, até mesmo a necessidade de ser protegido porque o sonhador se sente inseguro. O cão então intervém como um guardião.

Sonhar com cachorro, significados:

Modelo Scenario

Sonhar com cachorro é muito comum. É um tipo de sonho feito por mulheres e homens. O cão pode ter múltiplas formas (cães com várias cabeças, meio homem meio-cão) e cores (cão branco ou preto).

Em todo caso, representa uma dimensão inconsciente que se busca domesticar. O cachorro pode ser assustador ou amigável. Ele é um animal de estimação na vida real, mas no sonho ele pode, no entanto, ter uma dimensão perturbadora.

Interpretação Jungiana

O cão para os junguianos é visto principalmente em sua dimensão doméstica, tão positiva. Representa nossa relação com nossos instintos e também com nosso talento e sensibilidade.

De fato, quando o cão está com medo, o sonhador está em dificuldade na aceitação de sua dimensão instintiva.

Se morder é porque os instintos estão reprimidos e talvez seja necessário liberar sua dimensão social (a persona). Se o sonhador acaricia o cachorro é porque ele está em harmonia com sua intuição e seus instintos.

Interpretação de acordo o Islã

Sonhar com cachorro no Islã corresponde à proteção. O cão protege e acompanha. Ele é considerado um guardião antes de qualquer outra coisa.

O sonho do cão deve, portanto, ser interpretado como uma necessidade de ser protegido. Isso pressupõe que na vida real o sonhador se sente ameaçado ou inseguro.

Aspectos negativos de sonhar com cachorro

Negativamente, o cão pode representar a libido insubordinada. Nós vemos isso em sonhos com conotações sexuais, onde os cães parecem estar entediados e lascivos. Aqui, instintos muito fortes e impulsos sexuais não são reconhecidos ou iluminados pela razão.

Esse instinto permanece obscuro e indistinto, quase sem consciência. Ele leva o sonhador a um comportamento inconsciente que vai contra sua natureza e respeito pelos outros.

Se o gato representa a natureza feminina perfeitamente sexual, bem como o amor físico expresso e a união de opostos em discrição e respeito mútuo, o cão ainda não está neste estágio.

Os impulsos sexuais são tão fortes que empurram o indivíduo para todos os excessos, sem ternura ou distinção de sexos, de uma maneira tão visível que eles escapam de ninguém, exceto, talvez, do próprio sonhador.

A linguagem comum usa a palavra “cachorro” ou “cachorro” para designar uma pessoa com comportamento indeterminado e exibicionista.

Falta o discernimento necessário para a condição humana, aquela que faz da sexualidade a culminação de uma história que constrói dois seres humanos. A sexualidade deve ser nomeada, aceita e reconhecida pela consciência para ser cumprida.